Raszyn

          19 de Abril de 1809 –

No seguimento de um ataque tripartido ao Norte de Itália, à Europa Central e à Polónia, o Arquiduque Ferdinand d’Este avançou sobre Varsóvia. Em inferioridade numérica, o general Poniatowski viu na área facilmente defensável de Raszyn a sua única hipótese de lutar contra os austríacos antes dese ver obrigado a retirar para a capital.

Apesar de estarem em inferioridade numérica, os polacos contavam com a ajuda do terreno, marcado por bosques e zonas lamacentas junto ao rio Rawka. Além disso, eles esperavam que os numerosos austríacos tivessem de assaltar as aldeias de Puchaly e Falenty antes de forçarem a passagem pelas pontes, ficando sempre debaixo do fogo da artilharia, pelo que se previam baixas terríveis para os atacantes.

Mas os austríacos, em lugar de se fazerem valer meramente dos números, preferiram usar a cabeça e apostaram esmagadoramente naquilo em que, efectivamente, tinham vantagem: no tiro da sua numerosa artilharia. Era com esta que contavam demolir as divisões do centro antes de avançar com a divisão Mondet sobre Raszyn, ao mesmo tempo que a aldeia de Michalowice seria tomada pelos esforços conjuntos das divisões Mohr e Schauroth, que avançaria rapidamente do flanco direito para o esquerdo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Text Box: Vista da igreja de Raszin com a divisão Mondet ao fundoText Box: Vista geral do campo de batalha na manhã do dia 19 de Abril

 

 

Como planeado, a divisão Mohr avançou em coluna através dos bosques, sujeitando-se contudo ao fogo da bateria que estava na zona de Michalowice. A divisão de cavalaria Schauroth deslocou-se para o centro, com vista ao objectivo final. Por fim, a divisão Mondet começou a concentrar-se para ocupar Falenty que, juntamente com Puchaly, foi impiedosamente massacrada pela artilharia divisional e de reserva.

Da sua parte, os polacos tentaram resistir nas duas aldeias para cá do rio mas foi um esforço inglório pois, sem ter disparado um só tiro, a divisão Sokolnicki foi virtualmente aniquilada ao fimda 3ª jogada. Vendo a iminência do desaire das defesas avançadas, a cavalaria de Rozniecki cruzou o rio e caiu, quase em simultâneo, sobre um regimento de cavalaria ligeira de Schauroth e um batalhão de infantaria de Mondet, os quais foram destroçados. Mas cedo os austríacos deram a réplica: depois de amolecido com a artilharia, um desorganizado regimento de cavalaria polaca foi furiosamente carregado por dois batalhões de infantaria inimiga, tendo sido destruído in extremis; junto a Falenty os vitoriosos ulanos polacos carregaram mais um regimento de cavalaria austríaca para descobrirem que, na precipitação, tinham acabado de atacar couraceiros! O resultado foi o esperado e com um posterior, e bem nutrido, tiro de artilharia, a cavalaria de Rozniecki foi virtualmente eclipsada.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Text Box: O ataque de Rozniecki às divisões Mondet e SchaurothText Box: Os ulanos de Kamieniecki atravessam a ponte de Jaworowo

 

Nesta fase da batalha a divisão Mohr estava quase a atingir o rio. Por acção da artilharia da divisão Bieganski, a Mohr já somava quase metade do total das baixas austriacas que, na verdade, eram quase insignificantes, com somente um batalhão de infantaria e um regimento de cavalaria postos fora de combate face às duas diviões polacas entretando completamente destroçadas.

Os polacos, em desespero de causa, optaram por avançar com as divisões Polentz e Kamieniecki enquanto as respectivas baterias de artilharia tentavam, debalde, enfraquecer as colunas austríacas. Ao ver a acção do inimigo, o Arquiduque Ferdinand emitiu novas ordens a Schauroth que, em vez de continuar a progredir para o flanco esquerdo, ordenou à sua cavalaria que se posicionasse para receber a fraca divisão Kamieniecki, acabada de atravessar a ponte.

O desfecho da batalha veio célere. A Polentz reocupou Falenty e Puchaly e resistiu à carga da infantaria austríaca. Mas ao avançar tanto acabou por desguarnecer Raszyn. Ora, a única esperança dos já desgastados polacos residia em resistir no centro e nos flancos o tempo suficiente para impedir o avanço do inimigo. E foi aqui que Schauroth acabou com as ilusões de vitória dos polacos: numa rápida e fulgurante carga, dois regimentos de couraceiros cairam em cima da divisão Kamieniecki a qual, numa só jogada, foi completamente exterminada. A aldeia de Jaworowo ficou a um passo de ser tomada e a estrada para Raszyn ficou aberta.

Tacticamente derrotada, com três divisões eliminadas e só com 40% do exército ainda operacional, os polacos constataram a inevitável derrota e assinaram os termos de rendição.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Text Box: Os couraceiros austríacos imediatamente antes de esmagarem os polacos da divisão Kamieniecki

Text Box: Final da batalha. A estrada para Jaworowo e Raszyn está aberta .